Fevereiro já era e o Carnaval é agora. Samba, batidas fortes e homens fortes com purpurina ilustram a segunda maior festa brasileira (depois dos Atrasados do ENEM).

Se você é da purpurina, da Catuaba, do funk ou da Netflix, a única coisa que está liberada no carnaval é a diversão.

E se alguém resolver opinar demais na sua alegria, manda ir fazer sombra na luz da casa do carvalho!

Ouça nossos podcasts onde quiser