Todo mundo tem um passado, seja ele pesado ou leve, sólido ou aventureiro, legal ou triste, mas adaptando Jean-Paul Sartre, “Não importa o que aconteceu no seu passado, importa o que você faz com o que aconteceu com o seu passado”, certo?

Minha primeira profissão foi como DJ aos 15 anos e de lá pra cá nunca mais de parei de me comunicar com as pessoas, ou você acha que o DJ não repara na pista quando ele toca uma música que o público não gosta? Claro que repara! E geralmente deixa de tocar aquela. O público é o que importa!

Além do meu passado pesado, sólido e legal, o Bancast de hoje vai de Mc Serginho e Lacraia até remédio para a cura gay, caso você esteja procurando…

Divirta-se!

 

Ouça nossos podcasts onde quiser